Paramirim: Esse é o grito do esporte: Volta Sereno!

Paramirim: Esse é o grito do esporte: Volta Sereno!

7 de março de 2018 0 Por Correio VP

Falando aqui o que falaria  sessão de hoje (7) da Câmara de Vereadores de Paramirim, mais falarei na próxima sessão do dia (14)  se a mim for faqueada a palavra onde hoje não foi possível por já ter muitos escrito entres eles o Sr. Secretário e Esporte Sr. Fabio Francisco.


“Venho externar mais uma vez a minha indignação com o que esta acontecendo com o Sr. Joaquim Raimundo o popular Sereno, que a mais de 15 anos vem realizando um trabalho voluntário no esporte em Paramirim. Onde hoje já soma grandes frutos desse trabalho, alguns jovens que hoje são profissionais, outros estão encaminhados para times de grande porte na Bahia e no Brasil.
Tenho acompanhado de perto o trabalho realizado pelo nosso amigo Sereno, com nossas crianças e jovens, digo nossas crianças e jovens, por ser pai de dois dos alunos da escolinha, um hoje já tem seus 19 anos e devido aos estudos e outras atividades, não pratica mais o esporte regularmente. Mas o outro de 12 anos, ainda sim é aluno, e por ele e as demais crianças que participam da escolinha, foi o que me motivou estar aqui hoje. Ou desde quando tomei conhecimento do ocorrido com Sereno, onde foi lhe tirado a liberdade de estar regularmente em vários horários e dias com nossas crianças ao estádio.

Liberdade esta que foi reconhecida por gestões passadas dando, não só o direito de usar o estádio,mas também recebia uma ajuda de custo em dinheiro no valor de R$400,00 reais e entres outros apoios , como transportes para os alunos.
Sabemos que para isso, tivemos também de cobrar da gestão anterior por esse espaço e reconhecimento, o que de certo fomos atendidos, porém, hoje deparamos com uma situação lamentável, de ver Sereno exposto nas nossas páginas e nos demais meios de comunicação na internet.

Vale salientar que nas rede social, tem de tudo, realmente, mas nós do Jornal Correio Vale do Paramirim, temos realizado um trabalho primando sempre pela verdade dos fatos, já respondemos sim a 17 processos onde entre os 17 perdemos em apenas dois, por que errar também é humano, e nessa área do jornalismo, que as vezes as fontes falham em alguns aspectos, e ai somos alvejados por lideranças políticas, como vereador que talvez estejam intactos em suas ações e deveres em especial com o seu eleitorado, para vim dizer que alguém esta mentindo e etc.

Mas não estamos aqui para ofender a ninguém, mas sim pelas nossas crianças e a favor da Escolinha do Sereno, para que venha a ter a mesma liberdade e ajuda de custos e a cópia das chaves do estádio para continuar a praticar o esporte que é Saúde. Formando profissionais e cidadãos de bem.

Quero salientar que muitos,  nos cobram imparcialidade. Quando na verdade a matéria postada em específico, não foi uma denuncia e sim uma indignação de um pai em ver seu filho desmotivado por não querer participar dos jogos no campo de terra, pelas más condições, e ainda tentamos amenizar a situação pedindo o entendimento para que o secretario voltasse atrás em sua decisão, como infelizmente não houve acordo. Resolvemos fazer o abaixo assinado e levar ao conhecimento direto ao prefeito, que é autoridade máxima para solucionar o problema, e como o secretário esteve na Câmara para expor a situação, e todos que consequentemente conhecerá a sua versão em nossas páginas, pergunto aqui, e falando por muitos que nos interrogaram através das nossas páginas e pessoalmente, como pais e moradores de modo geral: “Por que essa proibição? Porquê cortaram a ajuda de custos? Porquê tomaram a chaves de Sereno, obrigando a ficar a mercê de horários de funcionários, quando os horários e dias de treinos são alternados, podendo sempre ocorrer os desencontros destes funcionários, e as crianças perdendo minutos e ate horas de treinos da Escolinha de Sereno?”

Então, falando por muitos, reiteramos os nossos pedidos: Devolvam a liberdade ao nosso amigo Sereno, para que ele não perca o entusiasmo e não se sinta um ser incapaz em ver que seu trabalho esta sendo desvalorizado.

Banner 300x250bermudas_336x280

Esse é o grito do esporte: Volta Sereno!

Segundo motivo que me fez comprar a briga em favor de Sereno, foi saber o quanto o meu filho e dezenas de outras crianças mais carentes irá perder se a escolinha do Sereno parar de usar o estádio. Lembrei quando eu e os meus filhos procuramos a escolinha do Sereno pela primeira vez, mesmo que timidamente, foram chamados ao campo por convite de colegas que foram e são alunos de Sereno. Fomos bem recebidos como o meu filho Gutemberg que participou por muitos anos da escolinha, não deslanchou no esporte, mais hoje já é um homem formado e de bom comportamento, graças a Deus, pela nossa educação, pela escola e em espacial, pela prática do esporte e as disciplinas aplicadas pela escolinha do Sereno.

Lembro ainda de quando o meu segundo filho Ítalo, hoje aos 12 anos chegou a escolinha do Sereno pela prima vez timidamente, sem um colete ou uniforme adequado para seu primeiro treino, ele disse a mim, “pai eu não vou jogar porque não tenho colete ainda e nem trouxe o meião”, e chegando ao campo de terra lá no Rompgibão, apresentei meu filho a Sereno e disse. “Quero cadastrar o meu filho na escolinha só que hoje não vai dar para ele jogar pois veio despreparado” E Sereno com seu jeito sereno, virou e deu seu grito de guerra a alguns alunos e logo chegou o colete e um par de meião que um dos alunos reserva disponibilizou para que o meu filho participasse do primeiro jogo da escolinha. Fiquei ali esperando, o que para minha surpresa, pesnei que a garotada iria direto ao jogo, mas não, antes fizeram um oração e ouviram de Sereno e de Anselmo da Farmácia os sermões entre outros, de que o aluno que estivesse com nota baixa ou mal comportamento em casa ou na escola seria penalizados por um jogo por mal comportamento, incentivando assim as crianças a ter bom comportamento na casa na rua e na escola.

Ai pense, como pagar esse favor que escola do Sereno me fez, por não ter condições de ajudar em grande quantia financeiramente? Ficamos sem muitas informações da Escolinha e para minha supresa encontre Lula da Dimontão que me relatou o ocorrido que Sereno tinha deixado o estádio e que não ia voltar com os alunos, que e desde 2016 não recebia mais o incentivo.
De imediato, fiz uma postagem em minha pagina no Facebook e em nosso site www.correiovp.com.br. Na verdade, uma critica construtiva sem maldade, narrando o que tinha acontecido e ainda fazendo um apelo para que o secretário e o prefeito, voltasse atrás e reintegrassem o nosso amigo Sereno ao estádio. E ai, transformaram isso em picuinhas politicas, e estamos aqui hoje graças a Deus, para que todos possam dar suas explicações, bem como o secretário que se diz ofendido por não ter lhe procurado.

Nós não o procuramos por ter a esperança de que seria sensato em suas decisões e voltaria atrás trazendo Sereno de Volta, mais agora tudo esta sendo esclarecido e a sociedade esta nos acompanhando e torcendo para que chegamos logo ao desfecho com um só resultado óbvio, que é a volta de Sereno com a mesma liberdade e copia das chaves, e a ajuda de custo não só para escolinha do Sereno, mas para tantas outras existentes no município na sede e da zonara rural.

Devemos ter sempre em mente: O poder é uma passagem, temos que manter as amizades e primarmos pelo caminho do bem, onde tirar a liberdade de Sereno é na verdade, lhe tirar a saúde, onde ele respira o esporte. Em especial, de ensinar as nossas crianças e jovens.
Estamos com Sereno e vamos continuar apoiando nessa luta em reconquista da liberdade de puder usar o estádio com a mesma liberdade e benéficos que lhe foram tirados.

 

Desejo a todos Paz e Bem!
Isaías Rodrigues de Lima – Jornal Correio Vale do Paramirim